Álvaro Dino de Almeida – TCBC


Cumprimos a árdua, difícil e impostergável missão de incluir o TCBC Álvaro Dino de Almeida na intimidade dos nossos antepassados. Junto ao seu velho pai, militar irrepreensível, junto aos amigos que o precederam e junto aos seus grandes mestres, insigne estirpe de cirurgiões a qual se equiparou e honrou.

Figura portentosa de homem integral, conquistou de todos o respeito pela magnitude e profundidade de sua cultura humanística, pelo objetivo, retilíneo e claro raciocínio pelas deduções e conclusões sempre respaldadas por seguras pesquisas bibliográficas e experimentais.

Suas grandes mãos possuíam a destreza excepcional do corte firme, exato e leve, no paradoxo biológico existencial da arte que para curar exige o trauma e impõe a dor.

Fazê-lo com a maior dignidade e respeito, requer sempre uma perfeita coordenação psico-neuro-motora, da qual o mestre foi paradigma insuperável.

Em sua faina diária um verdadeiro manancial de conhecimento era distribuído com prodigalidade, seja nas visitas junto ao leito dos doentes, seja nas reuniões, emitindo seus diagnósticos sobre convictas bases fisiopatológicas, seja nas aulas, verdadeiramente magistrais e sobretudo sob o foco da lâmpada cirúrgica, que ilumina o campo operatório mas que não consegue orientar as mãos dos que não têm a luz interior da sapiência.

A este luminar coube também a histórica glória de ter sido um real divisor de águas. Há cerca de três décadas, a Santa Casa de Misericórdia de São Paulo tinha suas enfermarias de cirurgia separadas, vivendo cada qual sob orientação própria, cada qual operando segundo sua formação, provinda de diversas escolas cirúrgicas. Eram entretanto, métodos diferentes de se tratar as mesmas afecções. Foi com a chegada do Prof. Dr. Dino de Almeida, que se iniciou o processo de padronização técnica das operações, estabelecendo-se as atribuições definidas de cada componente da equipe cirúrgica e disseminando uma mentalidade de rigor disciplinar, cuja finalidade visava melhores resultados para os nossos doentes. É válido portanto, até hoje, dizermos que a cirurgia na Santa Casa de São Paulo viveu dois períodos distintos: antes e depois de Dino de Almeida.

Foi ele também, que com a Fundação da Faculdade de Ciências Médicas, idealizou, estruturou e deu início ao ensino da Disciplina de Técnica Cirúrgica, ministrada até hoje em laboratório próprio, com pessoal especializado que ele mesmo preparou e treinou.

A cátedra de Técnica Cirúrgica, sob a égide de Dino de Almeida, formou e continua formando, uma escola de cirurgiões que se distinguem pelos seus conhecimentos científicos, pela sua habilidade operatória e de ensino, pela austera disciplina, pelo descortino de visão, criatividade e personalidade que caracteriza cada um, mas onde reconhece, como denominador equalitário a floração da semente unívoca dos ensinamentos do mestre-maior.
Desta forma, ele continua conosco. Amém.

 

TCBC Arildo de Toledo Viana

Compartilhar com

Agenda de Eventos

Mais eventos

destaque1

destaque1

destaque2

destaque2

destaque3

destaque3
Itarget Tecnologia